Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

Pelourinho de Mogadouro

Pelourinho ou picota são colunas de pedra colocadas em lugar público da cidade ou vila onde eram torturados e expostos criminosos. Tinham também direito de pelourinho os grandes donatários, os bispos, os cabidos e os mosteiros, como prova e instrumento da jurisdição feudal.

Em Portugal, os pelourinhos ou picotas (esta a designação mais antiga e popular) dos municípios localizavam-se sempre em frente ao edifício da câmara, desde o século XII. Muitos tinham no topo uma pequena casa em forma de guarita, feita de grades de ferro, onde os delinquentes eram expostos para a vergonha pública. Noutros locais os presos eram amarrados às argolas e açoutados ou mutilados, consoante a gravidade do delito e os costumes da época.

De estilo românico, gótico ou renascentista, muitos dos pelourinhos em Portugal constituem exemplares de notável valor artístico.

Segundo Alexandre Herculano e Teófilo Braga, os pelourinhos tiveram origem na columna moenia romana que distinguia com certos privilégios, as cidades que os possuiam.

Os pelourinhos normalmente são constituídos por uma base sobre a qual assenta uma coluna ou fuste e terminam por um capitel.

Nalguns pelourinhos, em vez da base construída pelo homem, eram aproveitados afloramentos naturais.

Consoante o remate do pelourinho, estes podem classificar-se em:

  • Pelourinhos de gaiola.
  • Pelourinhos de roca.
  • Pelourinhos de pinha.
  • Pelourinhos de coluço (gaiola fechada).
  • Pelourinhos de tabuleiro (gaiola com colunelos).
  • Pelourinhos de chaparasa.
  • Pelourinhos de bola.
  • Pelourinhos tipo bragançano.
  • Pelourinhos extravagantes (de características invulgares).

Muitos pelourinhos foram destruídos pelos liberais a partir de 1834 por os considerarem um símbolo de tirania.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Pelourinho

publicado por Trasmontesdepaisagens às 08:44

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Ermida Nª Sra do Carmo

. Farol do cabo de São Vice...

. Menir de Outeiro

. Sobreiro

. Castelo de Belver

. Sé da Guarda

. Castelo de Barbacena

. Moinho

. Pelourinho de Barbacena

. Depois da Festa das Flore...

. Vida no Campo

. Fruta Laminada

. Miradouro de São Leonardo...

. True colors

. Carabelho ou Pica-porta

. Capela - Ferreira do Alen...

. Canastro ou espigueiro

. Janela Portuguesa

. Barco

. Castelo de Óbidos

.arquivos

. Março 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Junho 2014

. Maio 2014

. Setembro 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

Criar site

.Live Traffic (since 6-2-16)

Flag Counter
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector