Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Casa de Tormes,um Santuário a Eça de Queirós

 

Em Santa Cruz do Douro, concelho de Baião, entre socalcos, vinhas generosas, (cujo suco é mundialmente conhecido), pinheiros altos e casas modernas de gosto duvidoso, deparamos com uma casa rural em granito. Chegámos a Tormes, lugar de referência da geografia queirosiana, hoje uma Casa-Museu e sede da Fundação Eça de Queirós, cujo objectivo é preservar e divulgar o legado cultural e literário do escritor.

Quando Eça aqui chegou, pela primeira vez, certamente ficou deslumbrado com a beleza natural desta terra rude, laboriosamente bordada por mãos suadas de gente enérgica. Todavia não apreciou a casa, como podemos ler numa carta que escreveu a sua mulher:
“... a casa é feia, muito feia; e à fachada mesmo pode-se aplicar, sem injustiça, a designação de hedionda. Tem um arco enorme; e, por debaixo dele, duas escadas paralelas, que são de um mau gosto incomparável.”
Eça acabava de chegar de Paris, a cidade supercivilizada, e foi essa circunstância que não lhe deve ter permitido apreciar a construção, tão característica das casas rurais das gentes abastadas do Alto Douro. O estado de degradação da casa também muito terá contribuído para isso.O seu interior deveria parecer-se muito com a descrição que dele faz Zé Fernandes, em A Cidade e as Serras.
“As salas eram enormes, duma sonoridade de casa capitular, com os grossos muros enegrecidos pelo tempo e pelo abandono, e regeladas, desoladamente nuas (...) Sob os nossos passos, aqui e além, uma tábua podre rangia e cedia.”
Foi esta casa, herdada em 1892 pela esposa do escritor, Emília de Castro, e todo o cenário envolvente que serviram de inspiração ao romance A Cidade e as Serras. Eça pernoitou nela por duas ou três ocasiões e isso bastou para que ficasse seduzido. A falta de conforto era compensada pelos deliciosos pratos confeccionados pela mulher do caseiro.
Graças aos esforços de um dos netos do escritor e da mulher, é hoje possível admirar a cadeira em couro de espaldar alto, conhecida por “cadeira de Jacinto”, a mesa do famoso almoço de favas daquela personagem, os móveis da sua casa em Neully, onde faleceu, a escrivaninha de pé alto onde, por hábito, redigia os seus escritos, bibelôs, quadros, gravuras, objectos de uso pessoal, manuscritos, diplomas, etc.
 

 

publicado por Trasmontesdepaisagens às 00:01

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Ermida Nª Sra do Carmo

. Farol do cabo de São Vice...

. Menir de Outeiro

. Sobreiro

. Castelo de Belver

. Sé da Guarda

. Castelo de Barbacena

. Moinho

. Pelourinho de Barbacena

. Depois da Festa das Flore...

. Vida no Campo

. Fruta Laminada

. Miradouro de São Leonardo...

. True colors

. Carabelho ou Pica-porta

. Capela - Ferreira do Alen...

. Canastro ou espigueiro

. Janela Portuguesa

. Barco

. Castelo de Óbidos

.arquivos

. Março 2017

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Junho 2014

. Maio 2014

. Setembro 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.tags

. todas as tags

.links

.Visitas

Criar site

.Live Traffic (since 6-2-16)

Flag Counter
Protected by Copyscape Online Plagiarism Detector